Uma aventura assustadora e muito engraçada

Review de Haunting Starring Polterguy1993
8/10 | por Equipe GAMEINFO Equipe GAMEINFO em 06/11/2014 às 20:37 | lido 854 vezes




Vito Sardini é um inescrupuloso homem de negócios. Sua empresa ganha rios de dinheiro fabricando skates de péssima qualidade. Um skatista acaba sendo a vítima disso, pois enquanto fazia suas manobras radicais, o skate se partiu e ele caiu, quebrando o pescoço e indo desta para melhor. Agora ele retorna como Polterguy para se vingar da família Sardini.

Haunting Starring Polterguy 1 Haunting Starring Polterguy 2

O tom da história pode parecer sombrio, mas é apenas a premissa para um game muito divertido. Haunting starring Polterguy, que saiu para Mega Drive em 1993, foi produzido e publicado pela Electronic Arts e é um jogo de aventura com muito senso de humor e de altíssima qualidade.

Se Haunting starring Polterguy passou batido pelo seu radar, continue lendo nosso review. Talvez você possa reconsiderar e finalmente jogar essa pérola da geração 16-bits.

Assustando sem parar

O objetivo é assombrar a família toda, pregar vários sustos em cada fase até conseguir fazer com que eles saiam da cidade. Polterguy pode "possuir" vários objetos da casa, e para fazer fazer isso basta fazer com que Polterguy pule para dentro do objeto. Uma vez que um item é assombrado ele irá causar um efeito que vai aterrorizar qualquer um que passar perto. Por exemplo, se você assombrar um tapete de urso a cabeça do urso vai começar a rosnar; se você assombrar uma pilha de pratos e eles vão sair voando pela casa.

Haunting Starring Polterguy 3 Haunting Starring Polterguy 4

Cada vez que um membro da família encontra uma dessas assombrações ele ficará cada vez mais assustado, até que não aguentará mais e correrá para fora da casa. Depois que todos os membros da família estiverem com medo, fora de sua casa, eles vão passar para uma nova casa onde você começará todo o processo novamente.

Fazer essas táticas de intimidação acima mencionadas é, sem dúvida, a melhor parte do jogo. Os sustos variam de homens invisíveis que saem das paredes, tubarões nadam fora do chão, até motosserras que funcionam sozinhas - a lista é grande e divertida. Possuir os objetos também é fácil, basta observar os itens que brilham, se aproximar e apertar o A para entrar e possuí-lo. Assim que algum membro da família passar, uma bem-feita animação do susto começa. Para sair do objeto, basta pressionar A novamente.

Haunting Starring Polterguy 5 Haunting Starring Polterguy 6

Quando o objeto tem um brilho azul, significa que ele demora para carregar até o susto funcionar. O brilho amarelo indica que o item é instantâneo, e mesmo se disse vítima está correndo assustado, ela irá parar e ver o que acontece. Os objetos que têm brilho verde são cronometrados. Você ainda conta com cinco feitiços. Um tanque para encehr o seu ecto quando estiver acabando, outro para distrair o vira-lata da família, um que cria um presente para assustá-los, um que joga uma bola de fogo, e, meu favorito, o feitiço que transforma um membro da família em zumbi por um curto espaço de tempo. Ótimo para se você estiver sentindo cruel.

O desafio da jogabilidade é justamente conseguir assustar todos os membros da família antes de ficar sem ectoplasma. Sendo um fantasma, Polterguy não tem saúde, tem ecto (de ectoplasma). Ecto é uma substância que Polterguy precisa para se manter no mundo real e sua reserva fica constantemente esgotando. Depois de assustar alguém da família, ele deixa cair numa poça de ecto que vai te ajudar a restaurar o seu abastecimento. A quantidade de ecto em sua posse também pode ser reduzida se o cão da família (o único personagem no jogo que pode ver você) latir pra você, ou se Polterguy for atacado por outros fantasmas malévolos que aparecem nas casas posteriores. Esses espíritos parecem estar em conluio com o cão, que pode convocá-los à vontade na casa final. Aliás, o cão é a grande surpresa do jogo.

Se você seu ecto acabar, você é enviado para o Underworld (submundo). Uma vez no Underworld, Polterguy deve fazer o seu caminho através de um dungeon labiríntico, coletando ecto para que ele possa voltar ao mundo dos vivos. Estes dungeons estão cheios de inimigos, como morcegos e caveiras que podem machucar ou até mesmo matar Polterguy. Se ele conseguir achar a saída, Polterguy retorna à casa dos Sardini para continuar a sessão de sustos.

Alerta de Spoiler! Depois de assustar os Sardinis para fora de sua quarta casa, Polterguy deve derrotar um chefe final, uma criatura monstruosa que é a verdadeira forma do cão da família, para terminar o jogo. Não falei que o cachorro era a grande surpresa do game?

A Família Sardini

A Família Sardini é composta por cinco personagens separados, cada um com suas próprias personalidades distintas.

- Vito Sardini é o Pai da família; um tenso empresário italiano, com uma abordagem cética ao sobrenatural. Embora esta atitude mude claramente uma vez que Polterguy atrapalha seus negócios.
- Flo Sardini é a mãe e matriarca da família; uma dona de casa rude, agressiva, que fica ainda mais irritada com o fato de que sua casa está sendo assombrada.
- Mimi Sardini é a filha da família; uma menina mimada e arrogante, ansiosa para dar o troco em quem a incomoda (incluindo Polterguy).
- Tony Sardini é o filho da família. Ele é o mais normal dos membros da família Sardini. Ele fica assustado com bastante facilidade, e é menos agressivo que os outros Sardinis.

Haunting Starring Polterguy 7 Haunting Starring Polterguy 8

Por último, mas não menos importante, temos o cão da família, que é talvez o mais original de todos os personagens da casa por alguns motivos. Em primeiro lugar, ele é o único ser vivo no jogo que pode detectar Polterguy na casa. Segundo, a sua presença é reconfortante para os Sardinis. Quando o cão late para Polterguy, o ecto meter cai substancialmente, e os níveis de medo de quaisquer membros da família caem.

Alerta de Spoiler novamente! O cão na veradade é um terrível monstro disfarçado, e quando Polterguy assusta os Sardinis para fora da última casa, ele assume a sua verdadeira forma para se livrar de Polterguy de uma vez por todas. Por isso ele consegue controlar facilmente outras assombrações durante o game, além de ver Polterguy.

Veredito

Eu joguei Haunting starring Polterguy pela primeira em 93 e posso dizer que o game não perdeu nada de seu charme até hoje. O puro prazer de saltar em um aquário e observar sua vítima se contorcer, desmaiar ou mesmo molhar as calças de medo é sensacional. A maioria das animações dos sustos são brilhantes, com muita coisa acontecendo na tela. O fator medo vai aumentando mais e mais à medida que você avança para casas maiores e há mais sustos para você provocar.

Os contras são os controles que às vezes ficam esquisitos, por causa da câmera do jogo. O jogo tem uma visão isométrica (precursora do 3D), por isso você pode acabar errando seu pulo para dentro de alguns objetos e acabar batendo nas paredes. Os dungeons do Underworld também são meio chatos, parecem mini-games feitos para aumentar a duração do jogo - que também não é muito grande, mais algumas fases e seria perfeito. Os dungeons não seriam um problema tão grande se você só fosse para o Underworld de vez em quando, mas você tem que reabastecer de 3 a 5 vezes por nível, e cada vez que você cai em um dungeon ele traz mais obstáculos pra te matar.

Porém, os pontos positivos superam de lavada esses probleminhas. A premissa é bastante original e divertida, assim como a mecânica do jogo. Além disso, os valores de produção do game são altos, ele é bem cuidado e muito bem feito. A trilha sonora apresenta uma assustadora música de órgão, que é apropriada para um ambiente de casa mal-assombrada. O jogo ainda tem uma infinidade de gritos das Sardinis, dependendo do tamanho do susto que eles levam, o que torna o processo de assustar ainda mais satisfatório.

Alguns jogadores podem achar um pouco cansativo ficar entrando e saindo dos objetos, mas isso depende muito do seu nível de paciência. Mas se você for um pouquinho paciente e der uma chance pro jogo, não vai se arrepender e encontrará um estilo único para a época. Talvez Polterguy seja o único game desse estilo para a geração 16-bits (me corrijam se eu estiver errado).

Haunting Starring Polterguy 9 Haunting Starring Polterguy 10

Embora Polterguy possa ter gráficos um vocabulário que pode ser risível hoje, foi um título único e muito divertido para o seu tempo. Em uma era lotada de jogos de plataforma, com cada empresa se ​​esforçando para criar um personagem-mascote, em vez dos Sonics e Marios da época, a Electronic Arts decidiu criar um título original. A EA bem que poderia ressuscitar (sem trocadilhos) essa franquia. Ou então algum desenvolvedor indie, mantendo a aura dessa gloriosa época ;)


Comente pelo site...

Aguarde 20 segundos para poder publicar novamente.

Efetue o login para publicar um comentário.

cancelar ver prévia

...ou pelo Facebook

comentários

Haunting Starring Polterguy
Haunting Starring Polterguy1993
MEGA
Aventura
Desenvolvido por: Electronic Arts
Publicado por: Electronic Arts

+ ReviewsHaunting Starring Polterguy (MEGA)

Não há outros reviews para este game.


 Home | Blog | Classificados | Reviews | Game Log | Contato | RSS | Sobre | Política de Privacidade | Termos de Uso
GAMEINFO v.3.0 © 2005-2017 - Todos os direitos reservados. Todas as marcas, logotipos, games e nomes comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.