Gostei...

Review de Earthbound1995
8/10 | por MegaMan MegaMan em 08/09/2005 às 01:27 | lido 5152 vezes




EarthBound é um grande jogo de RPG produzido pela Nintendo e que foi lançado em 1994, quando o império do Snes já estava ameaçado por outros consoles como o Playstation e o Sega Saturn (aliás, a Nintendo teve a liberdade de zoar os caras da Sega nesse jogo - logo digo porque!).

Seus criadores tiveram a idéia de produzir um jogo com histórias de alienígenas para dar um tom mais desencanado ao game e também para aproximá-lo mais da realidade (afinal, seria um pouco estranho os caras falarem de extraterrestres em épocas medievais!). Eis o fator que diferencia o enredo de EarthBound dos demais games.

Seu protagonista, Ness, é um garoto (outra inovação nos Rpgs, já que na maioria das vezes controlamos guerreiros bem mais velhos e truculentos do que um simples garoto) que vive na pacata cidade de Onett. Uma noite, Ness acorda após ouvir um barulho estranho nas proximidades de sua casa. Curioso, decide sair para investigar o que ocasionou o estrondo. Chegando ao local, descobre que o objeto que atrapalhou sua noite de sono foi um meteoro. Porém, os policiais da cidade não permitem que o garoto chegue perto do tal meteoro, fazendo com que ele volte com uma mão na frente e outra atrás.

Pouco depois, Pokey (um habitante de Onett e vizinho do protagonista) vai até a casa de Ness acordá-lo (mala!) para pedir um favor: seu irmão também saiu para averiguar o estranho som e não voltou. Juntamente com Pokey, Ness retorna ao local onde o meteoro caiu e encontra o irmão de seu amigo.

Mas ao saírem do local, são surpreendidos por um alienígena encrenqueiro. E eis que para salvar a vida de Ness e companhia, surge (tchã-tchã-tchã-tchã) uma mosca (?!?!?!?!). Ela o ajuda na batalha, da qual saem vitoriosos. Logo após a batalha, ela explica o porque do meteoro estar no planeta: ele é um veículo que transporta um alienígena chamado Gygas, e que ele vai começar a dominar os seres do planeta. E aí que Ness descobre que ele deve sair a caça de Gygas para resolver essa parada toda!

Durante essa jornada, Ness contará com a ajuda de outros personagens como Paula, a garota que faz um excelente uso de poderes psíquicos voltados para ataque; Jeff, um inventor que vive em um orfanato e Poo, um lutador que é príncipe do reino de Dalah. O sistema de parceiros desse jogo é algo muito interessante, pois algumas vezes você encontrará personagens que se juntarão ao seu grupo, mas você não terá controle algum sobre eles. Como exemplo desses tipos de personagens, temos King, o cachorro de Ness.

Falando dos aspectos do jogo, começarei pelos gráficos: eles são realmente muito bons, chegando a lembrar um desenho animado. Não podemos compará-lo com Final Fantasy 3 ou Chrono Trigger nesse aspecto, mas sua qualidade gráfica coloca outros jogos de Snes no chinelo. Para comprovar isso, basta reparar nos detalhes que foram dispensados às cidades do jogo.

Comentando agora sobre o som, podemos dizer que ele faz bem o seu papel. As músicas são boas e dão o clima que o jogo necessita na hora certa. Para exemplificarmos, preste atenção nas músicas tocadas nas apresentações do grupo de blues Runaway Five: você realmente ouve algo que se aproxima bastante de um blues. É ouvir pra conferir!

Repare também nos efeitos sonoros. Eles são realmente fantásticos e vão desde os barulhos de grilos durante a noite da caçada de Ness pelo meteoro até os ruídos de máquinas que trabalham incessantemente em uma escavação no deserto.

O sistema de batalha de EarthBound é similar ao de Phantasy Star 3 para Mega Drive: você pode ver os personagens enquanto anda pelo mapa, mas quando entra no cenário de batalha, vê apenas os inimigos. As batalhas se desenvolvem em turnos, onde começa quem tem mais agilidade.

O enredo: como se pode perceber, estamos falando de um enredo bastante inovador para um jogo de Rpg. Sendo assim, devemos dar a merecida atenção a sua história e os elementos que a compõem. Além da história em si, contamos com vários outros acontecimentos paralelos, como ajudar um grupo musical a quitar dívidas com empresários ou livrar uma cidade infestada de zumbis. Claro, existem outros que não mencionarei para que o jogo não perca a graça.

Quanto à diversão: é um jogo bastante divertido. Há várias piadas, sendo que uma delas, como já havia citado anteriormente, é com a Sega. Repare que no jogo há uma vila com uns bichos chamados Mr. Saturn. Essa vila foi criada com o intuito de zombar um pouco com a Sega e seu console de 32 bits. Repare no formato dos bichos, da vila e das letras estranhas que compõem suas respostas nos diálogos. Parece que a Nintendo diz: ?Sega Saturn, você é um E.T. para a geração 16 bits?. Mas também temos outras doses de diversão nesse game! É jogar para perceber o que estou falando.

Por fim, minhas considerações finais: EarthBound é um bom jogo, que apresenta características próprias. É bastante divertido, apesar de não apresentar fatores que aumentem muito seu replay (caminhos alternativos, por exemplo). Possui uma jogabilidade simples, que com pouco tempo você consegue dominar. Sendo assim, faça já o download do game aqui no site da A e jogue. Você irá se divertir bastante com Ness e companhia!


Comente pelo site...

Aguarde 20 segundos para poder publicar novamente.

Efetue o login para publicar um comentário.

cancelar ver prévia

...ou pelo Facebook

comentários

Earthbound
Earthbound1995
SNES
RPG
Desenvolvido por: Nintendo
Publicado por: Nintendo

+ ReviewsEarthbound (SNES)

Não há outros reviews para este game.


 Home | Blog | Classificados | Reviews | Game Log | Contato | RSS | Sobre | Política de Privacidade | Termos de Uso
GAMEINFO v.3.0 © 2005-2017 - Todos os direitos reservados. Todas as marcas, logotipos, games e nomes comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.