Inovando o gênero Plataforma

Review de FEZ2013
por Equipe GAMEINFO Equipe GAMEINFO em 02/09/2014 às 15:05 | lido 59 vezes




É lamentável que o máximo que algumas pessoas vão saber do jogo de plataforma indie Fez é a polêmica causada pelo seu criador, Phil Fish, quando ele fez alguns comentários cáusticos sobre o atual estado dos jogos japoneses. Phil não está errado quando diz que os jogos japoneses atuais não inovam em nada, mas a forma como ele iniciou seus comentários é que não deixou as pessoas muito contentes. Quando perguntado por um desenvolvedor japonês o que ele achava dos jogos nipônicos atuais, ele simplesmente respondeu "your games just suck" (os seus jogos são uma porcaria). Isso aconteceu durante uma coletiva após a estreia do filme Indie Game The Movie, um documentário sobre as agruras de ser um desenvolvedor independente.

Embora seja compreensível que muitos expressem seu descontentamento com a atitude de Phil deixando de jogar Fez, eles estarão se negando a uma experiência de jogo excelente, o que é uma pena. Fez é um game que faz seu cérebro despertar, lembrando o quão inteligente você pode ser quando desafia suas percepções e expectativas. É um jogo que mistura pixels e plataforma do passado em uma roupagem meio "Inception" (o filme), onde a perspectiva do cenário está sempre mudando para revelar mais do jogo.

Uma perspectiva bem diferente

Você joga como Gomez, que usa um fez, porque fezzes são legais (sem trocadilho, por favor). O fez também permite mudar a sua perspectiva do mundo 2d, girando-o 90 graus em qualquer direção para que ele possa vê-lo de outra direção. No começo você vai virar a tela simplesmente para encontrar itens escondidos ou explorar um determinado local, mas quando os níveis se tornarem mais complexos, você vai perceber que pulos impossíveis em uma perspectiva são possíveis em outra, ou que giros certos farão pedaços separados de parapeito se alinharem para formar um parapeito completo. Seu objetivo em Fez é clássico: encontrar cubos reluzentes de ouro para abrir uma série de portas trancadas. Alguns cubos você vai montar, pouco a pouco, outros você vai encontrar já concluídos, mas rastreá-los será um teste mais para o seu cérebro do que para os dedos.

Você vai pular e escalar pelo cenário enquanto explora os vários nívei, girando a tela de um lado para o outro, mas você raramente vai precisar de habilidade excessiva para completar seus objetivos. Não há timer e se você cair você é enviado de volta para onde você estava, então você está livre para sentar e refletir sobre o quebra-cabeça diante de você, tentando abordagens diferentes para ver o que funciona. A mecânica simples de plataformas casa bem com os puzzles cerebrais, deixando Fez em um ponto de equilíbrio perfeito entre as duas mecânicas.

Rastrear os cubos, chaves e pedaços de mapa é a parte óbvi, mas progredindo você vai encontrar um aspecto muito mais enigmático para o jogo, que vai te deixar intrigado ou enlouquecido de curiosidade, dependendo do seu limite de mistério. Fez cospe pistas que parecem não ter nada a ver com nada que você já viu até agora - como instruções para reunir corujas ou girar lápides, e às vezes ele simplesmente deixa curiosos escritos na parede, deixando-o a descobrir o que tudo isso significa - e SE significa algo! Algumas das perguntas de Fez não podem sequer ser respondidas até você terminar o jogo, o que lhe dá ainda mais incentivo para enfrentar seu modo New Game Plus. Então relaxe na sua primeira jogada, em algumas partes do jogo você não terá idéia do que está acontecendo.

Fez tem uma estética retro despojada, com gráficos pixelados e uma trilha sonora leve. Ou seja, o estilo do jogo é muito legal, mas os gráficos mais "pobres" podem ser um obstáculo quando se trata de encontrar o caminho pelas fases. Para ser justo com o jogo, mapear a relação entre os vários níveis de interligação é um esforço complicado, mas as janelas que representam a maioria dos níveis são tão pequenas que pode ser difíceis de distinguir um locar de outro. Warp gates criam atalhos que eliminam alguns dos backtrackings necessários, mas não há nenhuma maneira simples de verificar o mapa para ver os níveis que faltam limpar e voltar a eles. Mesmo quando você consegue diferenciar um nível de outro, o mapa não deixa claro que porta você precisa usar para viajar de um ponto a outro. Eu me senti perdido a maior parte do tempo enquanto jogava, mas explorar cada novo local foi agradável o suficiente para que eu não me importasse tanto com isso. No entando, jogadores que querem perseguir até o último baú do tesouro, porta trancada ou pedaço de mapa podem perder a paciência com a dificuldade de navegação.

Veredito

Fez proporciona uma experiência que estabelece um equilíbrio notável entre ser acessível e desafiador. Se você quer apenas explorar os ambientes charmosos, achar cubos e fazer vista grossa para os muitos mistérios do jogo, você vai curtir muito. Se você preferir colocar o seu cérebro para trabalhar ainda mais, analisando pistas e resolvendo quebra-cabeças, você vai certamente exercitar muito o seu intelecto.

Fez atravessa a linha entre plataformas e quebra-cabeças conseguindo reunir o melhor de cada gênero e mistura tudo em um jogo original e interesante. O game não pune a experimentação nem exige habilidades avançadas do jogador, permitindo que cada um descubra os segredos do jogo no seu próprio ritmo.


Comente pelo site...

Aguarde 20 segundos para poder publicar novamente.

Efetue o login para publicar um comentário.

cancelar ver prévia

...ou pelo Facebook

comentários

FEZ
FEZ2013
PC
Plataforma
Desenvolvido por: Kokoromi
Publicado por: Independent

+ ReviewsFEZ (PC)

Não há outros reviews para este game.


 Home | Blog | Classificados | Reviews | Game Log | Contato | RSS | Sobre | Política de Privacidade | Termos de Uso
GAMEINFO v.3.0 © 2005-2017 - Todos os direitos reservados. Todas as marcas, logotipos, games e nomes comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.