Um dos melhores jogos de ação lançados para o NES!

Review de Power Blade1991
9/10 | por andrebreder andrebreder em 06/01/2008 às 08:35 | lido 5230 vezes




Power Blade é um jogo de ação/plataforma que na minha opinião, conseguiu entrar na lista dos melhores jogos do estilo lançados para o console de 8 Bits da Nintendo. Um jogo futurista em que o jogador entra na pela de Nova(não, não é uma mulher, é um homem mesmo), um agente secreto que tem a "simples" missão de salvar o mundo. Visualmente o cara segue a linha "Exterminador do Futuro", mas ao invés de utilizar armas de fogo, o cara prefere usar seus afiados bumerangues. Um detalhe bem interessante, já que na época em que Power Blade foi lançado, era comum que a maioria dos jogos de ação tivessem personagens que utilizassem armas de fogo.

A história do jogo é a seguinte: estamos no ano de 2191, e todas as cidades da terra são governadas por um computador principal. Tudo corria bem até que o programa do computador principal tem um mal funcionamento, fazendo com que o todas as pessoas entrem em pânico e o caos passe a reinar no mundo. O agente Nova é então chamado para a difícil missão de destruir o computador principal antes que seja tarde demais. Ele deve então localizar alguns agentes que estão em seis diferentes setores. Estes agentes possuem um Cartão de Identificação que garante acesso a sala de segurança de cada setor. Lá, Nova deverá então vencer os guardas e obter tapes secretos. Se ele obter seis desses tapes, sua entrada na sala de controle do computador principal será garantida e ele então poderá destruí-lo, restaurando a ordem na sociedade.

Como deu para entender pela história do jogo, há no total 7 fases para se aventurar, sendo que a última só estará disponível após vencer as seis primeiras. O interessante é que o jogador poderá escolher a ordem em que ele jogará essas seis fases iniciais. E ressaltando o que já foi explicado na descrição da história do jogo, Nova terá que encontrar em cada setor um agente que lhe dará o cartão que garante acesso a sala do chefe da fase. Outro fator interessante é que o jogador poderá deixar qualquer setor sem pegar o cartão de identificação e ir para outro a sua escolha.

A arma principal de Nova, a princípio, será um único bumerangue pequeno. Durante as fases do jogo, ele poderá adquirir bumerangues melhores e até o poder de utilizar dois e até mesmo três bumerangues de uma só vez! Nova poderá também aumentar o poder de alcance de suas armas principais pegando um item cujo símbolo é o de uma estrela.

Como arma secundária, Nova terá a sua disposição granadas, que poderão ser acumuladas até o número de 4 unidades. Elas são bastante úteis para "limpar" a tela de inimigos chatos. Há também um item que restaura a energia do herói e que também tem o limite acumulativo de até 4 unidades.

Agora o item mais legal do jogo é aquele que dá uma espécie de armadura ao herói, aumentando o seu poder de ataque. Mas a armadura só agüenta três ataques dos inimigos.

Os gráficos são muito bons! As cenas que rolam no início e no final do jogo estão graficamente excelentes! Os cenários das fases estão bem diversificados e com bons detalhes de fundo. As cores do jogo estão bem balanceadas e a animação dos personagens está muito boa também.

Os efeitos sonoros são bem legais e estão bem condizentes com um jogo de ação. O som dos tiros, explosões, etc, tudo está muito bem feito.

As músicas de Power Blade são excelentes! A trilha do jogo é composta por músicas diversas que conseguem dar ainda mais emoção ao jogador durante a aventura. Aumente bem o volume e curta!

A jogabilidade é muito boa. Todos os comandos fluem muito bem e são acionados de maneira rápida e precisa. Nova pode atacar por todos os ângulos com seus bumerangues, inclusive nas diagonais! O acesso as armas e itens secundários é rápido e simples. Não há do que reclamar dos controles de Power Blade!

Há dois níveis de dificuldade no jogo, normal e expert. Escolha entre os dois para definir como será o grau de dificuldade geral em seu jogo. Mesmo com a possibilidade de se escolher em que ordem jogar as fases, elas apresentam um grau de dificuldade diferente. Escolha jogar as fases no ordem normal(1,2,3,4,5 e 6) para que o nível de dificuldade seja mais moderado e crescente aos poucos. Um novato em Power Blade que resolver jogar na 6 fase logo de cara, pode passar um pouco de aperto no jogo. As fases são cheias de inimigos variados e caminhos alternativos, sendo que alguns desses caminhos levam o jogador a locais para se pegar itens especiais, que serão de grande ajuda na aventura, ou mesmo encontrar os agentes que possuem o cartão de identificação do setor. E é encontrar os agentes de cada setor, talvez a maior dificuldade do jogo, ainda mais nos setores com numeração maior que são verdadeiros labirintos! Já os chefes do jogo são todos bem fáceis, até mesmo o chefe final. Se você tiver acumulado alguns itens que restauram a energia, aí é que as coisas ficarão fáceis mesmo!

Power Blade é mais um bom exemplo de como se deve fazer um jogo de ação, que prende o jogador do início ao fim, proporcionando boas horas de diversão!

Review feito por: André Breder Rodrigues


Comente pelo site...

Aguarde 20 segundos para poder publicar novamente.

Efetue o login para publicar um comentário.

cancelar ver prévia

...ou pelo Facebook

comentários

Power Blade
Power Blade1991
NES
Aventura
Desenvolvido por: Taito
Publicado por: Taito

+ ReviewsPower Blade (NES)

Não há outros reviews para este game.


 Home | Blog | Classificados | Reviews | Game Log | Contato | RSS | Sobre | Política de Privacidade | Termos de Uso
GAMEINFO v.3.0 © 2005-2017 - Todos os direitos reservados. Todas as marcas, logotipos, games e nomes comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.