Castlevania

Castlevania1987

Nintendo (NES) Ação - Aventura - Plataforma

Desenvolvido por: Konami | Publicado por: Konami


9.0
Sua nota: -/10
Nota: 9/10 com 8 voto(s) | Reviews: 2 usuário(s)

Favorito Quero

Esse action-plataformer fenomenal combina um ótima música ambiente, com excelente design de fases, controles perfeitos e uma estética visual fantástica. O jogo apresenta uma curva de dificuldade excelente, que assegura a jogadores ainda novatos a chance de se divertir nas fases iniciais do jogo, proporcionando um grande desafio para os jogadores que são capazes de progredir com sucesso até o nível final. Enquanto Castlevania é consideravelmente primitivo em comparação aos jogos de ação modernos, ainda é fácil ver por que este jogo se tornou um clássico, gerando tantas continuações até hoje.


Reviews (2) publicar um novo review

O nascimento de uma lenda no NES!

andrebreder andrebreder 9/10 | 18/11/2007 às 09:30 | lido 2508 vezes

E nasce o nome “Castlevania”!

Em 1987 a Konami iria levar para o NES, o console de 8 Bits da Nintendo, uma versão diferente de seu jogo Vampire Killer. Alterando o nome do jogo no mercado americano para Castlevania, este jogo logo se tornaria um dos mais populares na época entre os gamemaníacos. Por causa da popularidade crescente do NES, muitos até hoje pensam que Castlevania foi o legítimo primeiro jogo da série, mas ficou bem esclarecido no artigo anterior que a Konami havia lançado o jogo Vampire Killer para o computador doméstico MSX, no ano de 1986, e que ele é considerado pela própria, como um jogo oficial da série.

Agora o foco seria a ação, não a exploração!

Apesar de Castlevania ter “herdado” os objetos gráficos de Vampire Killer, os dois jogos tinha estilos completamente diversos como já foi dito anteriormente. Enquanto Vampire Killer era um jogo de exploração, Castlevania era mais voltado para a ação, e tinha um modo de jogo mais linear. A estória de ambos, contudo, era a mesma e possuía também, o mesmo personagem principal: no ano de 1691 Dracula voltou do mundo dos mortos e somente um descedente do lendário clã Belmont pode destruí-lo. O destemido Simon Belmont seria então o próximo de seu clã a adentrar no território do inimigo e cumprir seu destino, fazendo com que Dracula voltasse novamente para o inferno!

Sim, Simon Belmont estava de volta e continuava bem similar a sua versão no jogo Vampire Killer, só as cores de suas roupas eram diferentes. Novamente munido do lendário chicote “Vampire Killer”, desta feita Simon podia também fazer uso de armas secundárias das mais diversas, cujo uso se fazia a custo de corações que eram obtidos com a destruição de inimigos e de candelabros com velas acesas, algo que se tornaria uma marca registrada na série.

Gráficos simples mas bem trabalhados

Os gráficos de Castlevania são simples como de todos os jogos do início do NES, mas os fundos de tela são bem trabalhados com muitos detalhes. Castlevania realmente foi um jogo que surpreendeu a todos na época em que foi lançado, por seus cenários muito bem elaborados e bonitos, mesmo que esta versão fosse inferior a do MSX. A qualidade gráfica logo seria mais um fator marcante nos demais jogos da série que seriam lançados nos anos posteriores.

Efeitos Sonoros que fizeram barulho para a época!

Os efeitos sonoros deste jogo foram os melhores de sua época em um console. Foi um dos primeiros jogos do NES a utilizar vozes. Simon soltava um grunido sempre que era atingido, algo que hoje pode ser considero um efeito bem simples e básico, mas que na época chamou bastante a atenção. Os esfeitos do som do chicote e das armas secundárias estavam muito bem feitos, e eram bastante agradáveis de se ouvir! Enquanto muitos jogos da época tinham “barulhinhos irritantes”, Castlevania mostrava que desde sempre primava pela boa qualidade dos efeitos sonoros, que tinham um clima mais adulto e sério.

Trilha Sonora inesquecível!!!

As músicas seriam sem dúvidas, o grande destaque do jogo! Mesmo com a fraca qualidade sonora do NES, qualquer um perceberia a grandiosidade das composições de Castlevania! Quase todas as músicas se tornaram clássicas, e apareceram em vários jogos da série Castlevania lançados posteriormente. Este seria outro fator marcante na série, que sempre traria trihas sonoras de uma qualidade suprema em seus jogos! Vale lembrar que toda a trilha sonora de Castlevania era idêntica a encontrada em Vampire Killer, mas como a grande maioria do público só foi ter contato com um jogo da série a partir do NES, o fator “surpresa” em relação a ótima qualidade das músicas do jogo foi possível, pois realmente eram raras as pessoas que já tinham ouvindo tais músicas antes.

Jogabilidade ruim

Mas nem tudo seria perfeito neste primeira investida da série no NES. Havia alguns problemas de jogabilidade que muitas pessoas se queixaram na época, principalmente dos controles serem bastante duros. Esta foi uma herança nada boa do jogo Vampire Killer, mas que para compensar, a versão do MSX tinha uma jogabilidade ainda mais defeituosa que a encontrada em Castlevania. Uma vez que você saltava com Simon, por exemplo, não se podia mudar a direção no meio do ar, então bastava um cálculo errado na hora de pular para acabar caindo em um abismo. O manejo do chicote também era um pouco problemático, e ele não era exatamente a mais “poderosa” das armas quando você tinha que acertar objetos menores (especialmente as cabeças de Medusa flutuantes). O uso do chicote requeria uma cronometragem exata para acertar um alvo de maneira precisa. Mesmo assim, em pouco tempo de “jogatina”, o jogador se acostumaria com os controles e passaria então a se divertir muito com este jogo.

Um jogo bem, mas bem difícil mesmo!

Outro problema principal em Castlevania era a sua dificuldade, com fases cheias de inimigos e abismos. Muitos dos chefes, dentre os quais podemos destacar o Frankenstein e a “Dona” Morte, enviaram pessoas ao hospício devido à dificuldade deles/delas. Havia continues infinitos, mas vencer o jogo requeria bastante paciência, dedicação, estrátegia e sorte!

Nascia uma lenda!

Castlevania é hoje, com todos os méritos, um verdadeiro clássico da série, um referencial para todos os jogos posteriores, um jogo obrigatório para qualquer fã da saga dos Belmonts! Sendo o primeiro que joguei da série, ele é até hoje muito especial para mim, e confesso que mesmo com tantos jogos “modernos”, eu sempre jogo este ótimo Castlevania. Já perdi a conta de quantas vezes já detonei este jogaço! A série Castlevania não podia ter começado de forma melhor no grandioso NES! Mas isto seria apenas o começo, o melhor ainda estaria por vir, felizmente!

Artigo escrito por: André Breder Rodrigues


Mais reviews de Castlevania:

Dracula Vive... MegaMan MegaMan 9/10 | 23/08/2005 às 18:54

Dicas, Guias e Códigos (0) publicar uma nova dica

Seja o primeiro a publicar uma dica!

Comente algo sobre este game

Aguarde 20 segundos para poder publicar novamente.

Efetue o login para publicar um comentário.

cancelar ver prévia

ou pelo Facebook

Game StatsCastlevania (NES)

7959 Visualizações
2 Review(s)
0 Dica(s) e Guia(s)
9 Foto(s)
1 Vídeo(s)
8 Música(s)
2 Favorito(s)
8 Voto(s)
1 Possuem
0 Vendendo
0 Trocando
0 Interessado(s)
Cadastrado por Equipe GAMEINFO

VídeoConheça o game


Encontre-nos no FacebokCurta nossa Fan Page


 Home | Blog | Classificados | Reviews | Game Log | Contato | RSS | Sobre | Política de Privacidade | Termos de Uso
GAMEINFO v.3.0 © 2005-2017 - Todos os direitos reservados. Todas as marcas, logotipos, games e nomes comerciais pertencem aos seus respectivos proprietários.